"Tudo é tão simples que cabe num cartão postal..."
Cazuza

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Brincadeira de Criança

“Onde crianças brincam, toda utopia é possível”
Fernando Brant

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Todo Dia

"Todo dia, devíamos ler um bom livro, uma boa poesia, ver um quadro bonito e , se possível, dizer algumas palavras sensatas."

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Só um lembrete do Quintana ...



Só um lembrete do Quintana ...

'A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira..
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.
Desta forma, eu digo:
Não deixe de fazer algo que gosta, devido à falta de tempo,
pois a única falta que terá,
será desse tempo que infelizmente não voltará mais.'


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Rafael Murió









Iniciou seus estudos aos 9 anos, tendo como um dos seus grandes mestres no Brasil, Enrico Bastiglia, tradicional pintor de afrescos de igrejas do Estado de São Paulo.
No exterior desenvolveu sua técnica e estilo através de viagens e estudos feitos em museus e ateliês de artistas plásticos na Espanha, Portugal, Paris, Alemanha, Itália e USA.
Seus trabalhos estão presentes junto aos principais leiloeiros do mercado de arte do país, entre eles: Renato Magalhães Gouveia, Mauro Zukerman, Rebecca Cia. de Leilões, Carlos Eduardo de Barros Rodrigues, Sergio Guy Ramos, Pátio Leilão de Artes, Ester de Carvalho, Casa Amarela, Casa 8 e Casa dos Leilões (BH-MG).

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Vida Interior


"O homem que não tem vida interior é escravo de seus arredores"

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

OTempo e a Jabuticaba




Tempo e Jabuticabas (autor desconhecido)

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver
daqui para frente do que ja vivi até agora.
Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas. As
primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam
poucas, rói o caroço.
Ja não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram,
cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis para discutir
assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da
minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas,que
apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo
majestoso cargo de secretário geral do coral.
Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou ":Äs pessoas
não debatem conteúdos, apenas os rótulos".
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a
essencia, minha alma tem pressa...
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente
humana, muito humana, que sabe rir de seus tropeços, não se
encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora,
não foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos
marginalizados, e deseja tão somente andar ao lado de amigos.
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse
amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo

O essencial faz a vida valer a pena.E para mim, basta o essencial.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Vida


Nossa há muito já vi esse video em uma palestra, ou algo assim.E lembro que na época ele me tocou muito.

Ele usa imagens de filme que adorei, e de certa forma serviram de inspiração em algum momento da minha vida, mistura com a tradução e música do super tramp que descrevem com perfeição alguns monentos da vida.

E sempre que estou meio pra baixo, coloco esse video para me animar, espero que gostem.

Beijos e Boa Semana

domingo, 5 de setembro de 2010

Sonhos



"Podem nos tirar as flores, mas nunca a primavera."

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Reinvenção

"Sou isso hoje...

.........Amanhã, já me reinventei.

....Reinvento-me sempre que a vida pede um pouco mais de mim
"